Páginas

4/06/2013

Papai Noel em abril?

Olá leitor tudo bom? Eu estou muito bem caso você se importe com esse tipo de coisa, sem muitas firulas hoje, eu gostaria de perguntar umas "paradinhas" para você e quero que você responda com sinceridade em seu coração, você se lembra da época em que você ainda acreditava em papai noel? se ainda acredita não leia esse post!  Sim esse cara mesmo que veio na sua cabeça, o todo poderoso e maneiro noel. Todo mundo já acreditou nele, a inocência e falta de conhecimento de uma criança tornam a ideia de um gordão barbudo, viajando o mundo inteiro em pleno natal, em um treno puxado por renas magicas que desafiam todas as leis da física, entrando por chaminés minusculas enquanto entrega presentes a todas as crianças do mundo totalmente possível. Uma criança nunca pensaria como funciona os critérios de escolha do papai noel para presentes, nem o tamanho do setor do RH que ele deve ter para analisar cada criança do mundo ou mesmo como funciona o sistema de navegação do treno para que ele não "esbarre" em nenhum avião, o saco de papai noel? sem piadinhas seu mente suja COMO caralhos cabe tanta coisa nele?  Ele faz varias viagens? E quem não tem chaminé, o velho arromba a porta ou a janela? Como funciona a lei de invasão domiciliar para o noel? Acima de todos esses questionamentos, acima da logica e da razão existe  uma criança que não se importa com o meio e sim com o fim, se o presente está na minha mão é claro que foi o papai noel, quem mais faria isso?  e o post de hoje é sobre uma criança que duvidou dela mesma e do santo noel.







Antes de contar toda a historia cheia de EMOÇÃO, AVENTURA e muita CONFUSÃO eu preciso entregar algumas informações para você, uma delas é que minha mãe trabalhou por muito tempo em um projeto do governo chamado escola da família,  não vou entrar no mérito de explicar todo o processo mas resumindo, o governo paga sua faculdade e você tem que trabalhar em alguma escola todo fim de semana até o termino do seu curso, fazendo brincadeiras e mantendo a escola funcionando para os moradores do bairro onde a escola reside,  minha mãe trabalhava em um lugar que mais parecia uma "favela" da minha cidade o famoso "ZINCÃO" se você não sabe o que é o zincão somente imagine um lugar negro e perigoso em americana ou pergunte pro seu amigo do cursinho de inglês ele deve saber. A outra informação é que lá não era frequentado pelo melhor tipo de gente, na verdade no auge dos meus oito anos eu não entendia direito o que eles eram e o motivo das pessoas terem tanto medo deles, eles tinham uma energia ruim emanando deles mas até que eram legais, só hoje eu entendo que eles eram todos filhos/irmãos/primos/conhecidos de traficantes lá do bairro e que isso é realmente perigoso, mas eles gostavam da minha mãe e por tabela do filho dela também, tá ok agora posso começar.





 Era  domingo, 2:00 da tarde provavelmente e lá estava eu sentado no chão do patio da escola, cercado de varias crianças esperando o papai noel aparecer, todos muito animados com a ideia de que o santo papai noel viria diretamente do polo norte só para ver a gente, uma pena que  para a  minha pessoa não tinha tanta graça assim,  minha mãe tinha me explicado que aquele cara era o Carlos que trabalhava lá na escola, ou seja ele não era o papai noel verdadeiro, eu vi eles arrumando todos os presentes, lendo as cartinhas das crianças, eu sabia que tudo era mentira e também sabia que eu não ganharia nada, afinal aquilo era apenas para as crianças da comunidade, minha mãe fez eu até jurar que não contaria nada a ninguém mas ver todas a outras crianças ali que não sabiam de nada, toda aquela felicidade coletiva foi algo legal de ver e participar.
 Enquanto algumas conversas aleatórias aconteciam eu pensava sobre como seria maneiro ganhar aquilo que eu tanto pedi pro papai noel verdadeiro, algo tão verdadeiramente maneiro que todos os caras maneiros iriam querer ser como eu, algo tão maneiro que iria transcender todos as barreiras do maneirismo algo verdadeiramente maneiro, mas meus pensamentos foram cortados por um barulho de panelas se chocando vindo da cozinha, eram as "tias da cozinha" falando que hoje tinha cachorro quente pra galera, enquanto todos comíamos aqueles deliciosos cachorros quentes acompanhados por aquele tipico suco de escola com gosto de nada, mas ainda sim delicioso fomos surpreendidos com a chegada do papai noel, rindo como um retardado portando em sua mão direita um sacão ENORME sem piadinhas  de presentes, eu nunca tinha visto aquelas crianças correrem tão rápido em busca de algo que não fosse uma pipa caindo do céu, enfim,  todas se sentaram em volta de Carlos como se ele fosse jejus com uma skin de papai noel pronto para usar sua skill em multiplicação do pão, após todos se acalmarem Carlos começou a chamar uma a uma e entregar seus presentes, enquanto isso tudo rolava eu estava lá olhando tudo meio de longe e  pensando em como aquelas crianças podiam acreditar tão cegamente em algo que era claramente mentira, estava muito na cara que era o Carlos, e o pior de tudo é que eu achei mesmo que saberia lidar com essa situação numa boa, como um bom adulto de oito anos de idade, mas não foi bem assim,  um nó no meu estomago só aumentava a cada presente que eu vi sendo aberto, a cada amiguinho que passava perto comentando sobre seu presente, de como o papai noel era um cara legal e de como eles nunca roubariam o papai noel. Essas coisas só aumentavam minha vontade de chorar a ir embora correndo pra casa, mas é claro que não fiz isso eu me mantive firme até o fim, marmanjos de 8 anos de idade NÃO PODEM CHORAR, É INADMISSÍVEL pelo menos foi o que meu vô me ensinou, quando eu achei que minha angustia tinha acabado a ultima criança tinha sido chamada e não teriam mais presentes, eu poderia ir embora com minha honra intacta, triste mas com honra, mas aquela tarde não tinha acabado ainda,  tinha mais uma coisinha naquele saco enorme SEM PIADINHAS um pouco antes de Carlos ir embora eu ouvi ele dizendo em claro e bom português:

Gente tem um ultimo presente aqui, é de um tal de Marcel vocês conhecem ele?


Nessa hora eu esqueci todas as coisas que eu escrevi anteriormente, eu só corri em direção ao papai noel, eu esqueci que aquele cara era o Carlos, esqueci que aquele não era o verdadeiro papai noel, esqueci tudo, NADA mais importava, a distancia entre o presente e as minhas mão diminuía a cada passo, e quando vi aquele embrulho o destruí com a sagacidade de um tigre de bengala em busca de sua presa e no fim ele estava lá, tudo que eu mais queria naquele natal UM SHORT QUE VIRA CALÇA, sim isso mesmo que você leu, caso você nunca tenha visto ou não consiga imaginar tamanha complexidade é algo assim, caralho aquilo era algo muito maneiro cheio de possibilidades e demasiadamente maneiro, só existia felicidade no meu coração naquele momento, só não coloquei ela no ato porque minha mãe me impediu.


É isso leitor post chegando ao fim espero que tenha gostado e volte sempre.


ASS: M.O.P.


Ps: caso não tenha gostado seu chato fique com essa linda canção para limpar seu coração http://www.youtube.com/watch?v=wqOciFQeJfw


8 comentários:

  1. nunvai mais ter o santodebate?

    ResponderExcluir
  2. Cara eu não sei quem é você, mas por você nós voltaremos...

    ResponderExcluir
  3. SANTODEBATEDOSCAPITULOSDASEMANA *PLIM* é bom e deve voltar.


    theba.

    ResponderExcluir
  4. cara apesar de eu rir muito no final com a parte da música esse post fico meio sem nexo tipo ( SE O Pato perder uma pata ele fica manco ou viuvo?)

    ResponderExcluir
  5. Esse post é somente um relato natalino em pleno abril cara, e eu acho que ele fica manco e viúvo tudo AO MESMO TEMPO

    ResponderExcluir
  6. Pessoas querendo o santo debate ???!!!!?! Precisamos voltar agr marcel !!...... Por : Matheus .... Ou Mac... Sei la.... Temos q voltar !

    ResponderExcluir
  7. Bruno Leandro (Pulga, EX redator)25 de abril de 2013 12:22

    shaUSHushaSUhsuHSuashAUSHuhuhsuHSsHAUSHu
    belíssimo desfecho hahahahahahahha

    e durante a historia a hora que vc disse que viu as crinaças serem enganadas e etc e vc la como um bom adulto de 8 anos

    achei que vc começaria a gritar:
    AHHHHHHHHHH LIXOS, ISSO TUDO É UMA MENTIRA ELE NA VDD É O CARLOS
    SUAS CRIANÇAS NOOBS E ETC AHUAHAUHAUAHAUHAUAHAUHAUHA
    mas nao, vc foi um bom garoto...

    abrasss renek nek nek

    ResponderExcluir
  8. HDUEAILHDIUAEHDIUAH a melhor historia

    ResponderExcluir